Home
Ask
Archive
Theme
“Entenda os seus medos, mas jamais deixe que eles sufoquem os seus sonhos.” Alice no País das Maravilhas

deus-e-poeta:

escrevi alguns versos
diante da janela aberta.
descuidado, não previ;
palavra feita para curar
todo desamor do mundo.
por vocação,
meus versos saíram
voando dali.

estarrecer.

26 notes - Reblog
Perdoa meu drama, minha paranóia desenfreada, minhas neuroses de quinta e minhas crises de sexta. Mas não desiste de mim. Insiste nas minhas utopias absurdas de ser tantas em uma só, e aposta suas fichas nas minhas loucuras desenfreadas de não saber ser menos do que o todo. Perdoa meu jeito torto, a minha insanidade paralela, os meus desamores de domingo e fica comigo. Me prende os lábios e me borda na alma. Só não mé deixa ser só, porque eu só sei ser tua.

Voei de mim, liberta estou.      (via oxigenios)

(Source: voeidemim, via leasyx)

731 notes - Reblog

(Source: lp-desenhos, via leasyx)

(Source: gouldbookbinder, via sereno)

Eu acho que tenho medo de ser feliz, porque toda vez que consigo ficar feliz, alguma coisa ruim acontece.

Charlie Brown Jr.   (via constelava)

(via leasyx)

24,504 notes - Reblog

deus-e-poeta:

Aonde você estiver, estarei esperando que esteja me esperando também.

(Source: purificai-vos)

56 notes - Reblog
Sociedade moderna

deus-e-poeta:

que tanto erra
qual o cúmulo?
olharem o pôr do sol
com seus óculos escuros.

valsademaio

44 notes - Reblog
Sorrisos e olhos não mentem. Sorrisos pálidos e olhares brilhantes delatam o que são e nós, tão embriagados com a vida e com os sentimentos, deixamos escapar aos sentidos o que eles expressam como essência. É totalmente cabível e possível ver a tristeza na curvatura de um sorriso e totalmente visível ver verdade e mentira no olhar de alguém, cabe a nós interpreta-los e desvenda-los.

— Docismo (via desnorteios)

(Source: docismo, via desnorteios)

1,476 notes - Reblog

desnorteios:

Meus momentos de felicidade são raros e rápidos como uma estrela cadente qualquer que rasga o céu escuro na medida em que se desintegra. A efemeridade dos meus sorrisos verdadeiros me faz querer dormir por mil anos e acordar em uma nova vida, uma que fosse menos doída.

174 notes - Reblog
theme